Sites Grátis no Comunidades.net

ARTE CIGANA


VOCÊ É O VISITANTE Nº:

ContactosContactos

 

 

CALANDÁRIOS: 

 

CURRENT MOON

 


Total de visitas: 154599
Afrodisíacos

Afrodisíacos na História

 Através dos séculos, a humanidade tem se preocupado em melhorar a arte de amar, aprimorando a qualidade do sexo. Pesquisar as qualidades estimulantes dos alimentos faz parte da história das civilizações.
Muitas receitas afrodisíacas foram se perdendo com o passar do tempo. Algumas, porém, sobreviveram até hoje, graças à tradição oral, que preservou tais ensinamentos através das gerações.
Na Grécia Antiga Para os gregos, o culto a Afrodite tinha uma preocupação efetivamente religiosa de ceder à sensualidade. Considerando-se que o melhor da vida era a busca do prazer, eram realizados festivais orgíacos, em que o consumo abundante de poções e alimentos afrodisíacos tinha por finalidade o extravasamento desse preceito. Na culinária, tinham preferência por cebolas, cenouras e trufas. Depois ovos, mel e abacaxi. Ovas de esturjão, lesmas, peixes, crustáceos e frutos do mar. As cortesãs gregas tinham por hábito usar o perfumes que em contato com suas zonas erógenas. Este, misturado ao suor e às secreções femininas, estimulava homens de diferentes idades, excitando os mais jovens e aliviando a melancolia dos mais velhos.
Já a civilização romana acrescentava à lista dos alimentos gregos os órgãos genitais de vários animais, como, por exemplo, o burro, o lobo e o veado. Além disso, comiam ostras, favas, pimenta amassada com semente de urtiga, cheiro verde e cogumelos. Nos festins, os escravos contavam entre suas tarefas a de aromatizar os cômodos soprando perfumes e jogando flores do teto. Os romanos costumavam presenciar cenas eróticas em peças teatrais e se regalar em jantares em que serviam fígado de lúcio, miolos de pavão e língua de guará.
No cristianismo Com o cristianismo, o sexo prazeroso transformou-se em culpa. Os prazeres sensuais foram considerados pecaminosos, e o conhecimento de afrodisíacos associado à magia amorosa, considerado pernicioso pela Igreja.
Na tentativa de melhorar o sexo, o amante medieval recorria a formas não legais de aprimoramento, acrescentando certos ingredientes esdrúxulos à alimentação afrodisíaca, como coração de sapo e gordura das vítimas de enforcamento. Daí o sentimento de culpa associado ao prazer. O fedor do lixo e das fezes por trás das cortinas dos castelos medievais era amenizado cobrindo-se o chão de pétalas de flores e ervas aromáticas, que se confundiam com o pesado ar desses recintos. Através da propagação de usos e costumes pela fala, as mais atraentes poções e curas conhecidas dos tempos antigos ainda eram lembradas, nesta época, e tinham sua reputação reforçada por séculos de uso.
Na Inglaterra Durante o reinado dos Tudor, o estudo e o interesse pelos afrodisíacos permaneciam. Especialistas atribuíam propriedades a alimentos importados de outros países. Exemplo disso são os tomates e as batatas importadas do Peru, que, devido à sua origem exótica, eram considerados poderosos estimulantes. Além disso, porcos, corças, carneiros, galinhas e salmão eram servidos em banquetes regados a molhos picantes. Após a dissolução dos mosteiros e a limitação da propriedade de terras, os ingleses pobres começaram a passar fome. O Puritanismo estabeleceu-se, então, abolindo qualquer tipo de condimento que excitasse as paixões. Uma alimentação simples era o mais apropriado.
No reinado dos Stuart, após a Restauração, os excessos sensuais culinários retornaram às mesas. Os ricos, para satisfazer seus anseios de apurar os sentidos, contratavam serviçais franceses especializados em iguarias, tais como, tortas, geléias, bolos, creme de cogumelos, rins, trufas, cotovias, nozes e aspargos.
Na França No século XVIII, as proprietárias de bordéis competiam entre si com a mais variada e excelente refeição para atrair a clientela abastada. Os pratos eram condimentados com pimenta, gengibre e outros temperos exóticos, para aumentar a energia. Além disso, os folhados e o chocolate eram fartamente abastecidos com cantárida (mosca espanhola). Tinha-se à disposição todo tipo de afrodisíacos, em poções, pílulas e perfumes.
Entre os árabes Os árabes enriqueceram a História com obras de ciências, astronomia, medicina, filosofia e condimentos exóticos para temperar as refeições. Na obra "O Jardim Perfumado para Deleite da Alma", do xeque Nefzawi, encontra-se uma grande orientação sobre afrodisíacos, como por exemplo o de recolher a gordura da corcova do camelo, derretê-la e, então, aplicá-la no pênis. Isto provocaria muitas coisa, até mesmo tornar esplêndido um membro pequeno.
Na Índia Com cinco mil anos de civilização, a Índia possui uma rica tradição sexual, da qual se destaca o tantra, prática em que o conhecimento é obtido através do êxtase. A arte erótica se expressa através de pinturas, esculturas e na literatura. Livros, como Ananga Ranga e Kama Sutra, contêm valiosas referências afrodisíacas a aspargos cozidos, melado com leite e alcaçuz, arroz e ovos de pardal cozidos com mel e leite, e suco de bhuyia-kothali, além das cebolas, alho e feijão. Fazem ainda referência a um ingrediente muito especial, que aplicado aos olhos faz com que todos fiquem fascinados.
Na China, há mais de dois mil anos, um monge taoísta compilou notas das maratonas sexuais de sua esposa com inúmeros voluntários, a fim de desenvolver dietas que preservassem integralmente a saúde e aumentassem a alegria genital feminina. Para os chineses, o simbolismo sexual era muito importante. Por conta disso, chifres de animais, plantas e cogumelos eram muito populares. Os ingredientes afrodisíacos mais usados eram ginseng, canela, algas, enxofre, pinhão, pepinos e fígado de vários animais.

 

Linha Afrodisíaca de Pós Exclusiva do Site Arte Cigana

 

Pó Para Virilidade
Pacote com 500 gramas.
Tomar misturado na bebida ou na comida uma vez por dia.

 

Aumenta o desempenho masculino e feminino.
Pó Para Virilidade - 2 Pacote com 300 gramas.
Misturado em bebida alcoólica aumeta o desempenho em 1 ou 2 horas após a ingestão.

Pó Afrodisíaco Atrativo
Pacote com 100 gramas
Sopra-se o pó na pessoa desejada e após uma hora no máximo ele(a) estará louco(a) por você.

Pó Venha Para Mim
Pacote com 100 gramas
Para atrair alguém para sua presença.

Pó Para quebrar Maldição
Pacote com 100 gramas
para quebrar feitiços de amor lançados contra outra pessoa.

Pó de Mudança de Direção
Pacote com 100 gramas
para fazer com que a pessoas se desvie de outra para você.


Pó Ame-me
Pacote com 100 gramas
Para produzir sentimentos de amor em outra pesssoa.


Pó da Paixão
Pacote com 100 gramas
Para despertar Sentimentos de paixão.


Pó de atração Geral
Pacote com 100 gramas
Para fazer com que vários parceiros(as) em potemcial te notem.

Pó para espalhar o clima no ambiente
Pacote com 100 gramas Sopra-se o pó no ambiente antes de uma noite romántica.
Ultilisa-se também em festas mas o efeito atinge a todos que estiveram no ambiente.

 

Travesseiro Afrodisíaco
Pó com 500 gramas para colocar no travesseiro.
Para tornar as noites inesquesíveis, para provocar situações e aumentar o desempenho.



Caso você tenha se interessado por algum destes produtos ou queira conhecer outros produtos que da linha exclusiva afrodisíaca do blog. Entre em contato por telefone: (61) 9107-1343 ou por e-mail: priscila_saager@hotmail.com
Criar um Site Grátis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net